TRADUZIR PAGINA

Total de visitas do blog

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Jogar lixo no chão é falta de cultura!


É impressionante como as pessoas não estão nem aí para o lixo que é jogado nas ruas, mesmo que seja apenas uma embalagem minúscula de uma bala, um toco de cigarro, um chiclete, na verdade é aí que mora o problema.

Principalmente quando chove é que vemos o que esse tipo de pensamento provoca nas cidades, enchentes e mais enchentes, muitas vezes causadas pelo entupimento de bueiros, da rede de esgoto, e as pessoas não sabem por que sofrem, sendo que são os causadores do próprio sofrimento, por construir muito próximo, quase dentro mesmo, de rios, córregos e também pelo lixo jogado nas ruas de forma indiscriminada.
Mas voltando ao pensamento anterior, o problema é que as pessoas pensam individualmente, numa forma egoísta mesmo, de que só um papelzinho não vai entupir nada, só que não é bem assim, várias pessoas tem esse mesmo pensamento, imagine agora, nesse momento, quantas pessoas estão jogando seus papeizinhos no meio da rua, somado ao lixo que já está na rua, situação caótica, deixa a cidade imunda, além do risco iminente de favorecer uma enchente maior.
E as pessoas que estão dentro do ônibus e jogam seu lixo pela janela, uma tremenda falta de educação, se está dentro do ônibus, joga na lixeira, dentro da bolsa, ou mesmo dentro do próprio ônibus, porque não, esse ônibus será limpo com certeza e esse lixo não vai para rua.
Já que estamos na época da consciência ambiental, do verde, do sustentável, vale a pena se esforçar para ver a sua casa, seu bairro, sua cidade mais limpa, mais organizada, poluindo menos para você e sua família. Cuide do planeta, pois ele continuará sendo a morada de seus filhos e netos.
E você não vai querer que eles morem num lixão, não é?!
Deveria haver uma lei pra todo ônibus ter uma lixeira. To cansado de ver a cena de pessoas jogando lixo pela janela. Tudo bem que falta educação, mas a lixeira ajudaria a evita-la. Seria simples e já que as empresas de ônibus trabalham por consessão elas deveriam ter essa obrigação.

                              Realidade dos Cuiabanos;
Os Cuiabanos são é mal-educado. Não todos, é claro, mas desconfio que a maioria. Homens e mulheres, ricos e pobres, operários e patrões, crianças, adolescentes, jovens, adultos, idosos, enfim, todos jogam lixo no chão, e o fazem sem nenhum pudor.
Hoje num ônibus saindo do meu trabalho sentou-se ao meu lado uma mulher. Ela abriu um saco de papel e de lá retirou um salgado, que tratou de comer com tremenda velocidade. Ao final do lanche, um problema. O que fazer com o saco de papel? Simples, basta jogá-lo pela janela do ônibus, afinal de contas, a rua aceita tudo e todo mundo faz isso. Pronto. Problema resolvido. O lixo está onde deveria estar, na rua da cidade. O fato citado ocorre todo dia em diversos pontos da nossa cidade e não se restringe somente aos ônibus. Há diversos “cidadãos” desta cidade que de dentro de seus carros, carrões e carrinhos jogam o lixo de maneira indiscriminada pela janela  de seus automóveis. Imagino como deve ser a casa dessas pessoas. Ao contrário do que muitos pensam, provavelmente é uma casa limpa, pois ninguém gosta de morar num chiqueiro. Mas então, por que jogam o lixo nas ruas. A resposta é simples, tão simples quanto jogar o lixo pela janela.
Os Cuiabanos é mal-educado, sinto muito em fica repetindo essa palavra diversas vezes mas não há outra maneira de dizer isso. Eles não respeita a propriedade alheia, não respeita o próximo. Eles não está nem um pouco preocupado se o lixo que jogou no chão vai servir de foco para o mosquito da dengue, Ela não está preocupada se aquele saco plástico que jogou pela janela do onibus vai demorar milhares de anos para se decompor, ela não viverá cem anos. E os Cuiabanos não está preocupado com o lixo que joga no terreno baldio do vizinho, o terreno não é dele. Sua única preocupação é com o seu bem-estar. Os outros não têm direitos, apenas deveres.
Enquanto os Cuiabanos viver sem se preocupar com o bem-estar da sociedade, e consequentemente, com o próximo, continuaremos com uma cidade suja e com focos de mosquitos em todos os lugares, não importando o quanto o poder público gaste com fiscais da saúde ou programas de conscientização.

Por: Allef Borges

2 comentários:

ApoD'Lima disse...

É importante ressaltar, que os Lixos jogados em ruas, em terreno baldio, em lugares INADEQUADOS, é o principal foco para um acontecimentos catastrófico (Enchente). Muitas pensam pensam que essa "punição" de enchente, vem de Deus, mas eles não sabem que o problema da enchente vem do próprio homem... Vejo muitos falarem e pensarem assim: Ah é só um pedaço de papel, não vai interferir no Meio Ambiente. Mas se cada pessoa pensar desta forma, quantos lixos jogados na rua vai ter? Acho que a melhor maneira a ser feito, é somente SENSIBILIZAR essas pessoas que cometem esse grande desiquilíbrio ambiental. LIXO, como o próprio nome diz lixo, deve ser jogado SOMENTE em LIXOS... Devemos pensar nas consequências de tudo isso, você não irá querer uma enchente em seu País, em sua Cidade, até mesmo em seu Bairro né? Portanto, diga NÃO a poluição! Pedro Paulo P. Almeida.

Anônimo disse...

Eu queria relatar tbm a falta de lixeiros dentro dos ônibus coletivos aqui na cidade de Cuiabá-MT, muita gente compra algo antes de subir no onibus e as jogam pela janela aumentando assim as sujeiras nas ruas! Será que na casa dessas pessoas elas tbm jogam lixos assim em qualquer lugar penso pra mim que deve ser pior que um "Chiqueiro" PORCOS