terça-feira, 29 de setembro de 2015

Deputado Ságuas participa do 3º Congresso da JPT etapa Cuiabá.

A Juventude Petista de Cuiabá realizou no domingo (27.09) no auditório do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT) seu 3º Congresso Municipal. A atividade preparatória às etapas estadual e nacional contou com a participação do deputado federal Ságuas Moraes (PT), do presidente do PT da Capital, Ednilson de Carvalho, da vice-presidente do PT estadual, Enelinda Scala, de representantes do Levante Popular da Juventude, da União da Juventude Socialista (UJS), da Associação Mato-grossense dos Estudantes (AME) e demais representações.
Em discurso na abertura do evento, Ságuas parabenizou os jovens pela participação na militância política e partidária. O deputado citou que o País está passando por um momento de crise onde temas que pareciam superados como: xenofobia, homofobia e redução da maioridade penal voltaram à pauta nacional em função do crescimento do conservadorismo.
Ele disse ainda que esse caldo reacionário produziu nas eleições de 2014 o Congresso mais conservador desde 1964. Contudo, “apesar das dificuldades nós não podemos baixar nossas bandeiras. Temos que continuar na luta”, disse. Ságuas também destacou que a crise econômica que chegou mais forte no Brasil este ano, é global e teve início em 2008, nos Estados Unidos. “A direita tem utilizado a crise econômica mundial para alimentar outros ódios contra a esquerda e os setores progressistas no Brasil”, disse.
O deputado destacou a importância da Juventude na luta pela superação desse quadro de intolerância e ódio alimentado, principalmente pela Mídia, contra o PT e o governo Dilma. “Apenas cinco famílias que são contra nosso projeto detém cerca de 80% da Mídia no Brasil”, informou. “A luta é desigual, mas temos que enfrenta-la. Também precisamos muito do protagonismo da juventude no debate interno do PT e na luta para pautar no nosso governo as reivindicações dos jovens”, disse.
O Congresso Municipal ocorreu ao longo de todo dia. Os jovens debateram sobre temas como o extermínio da juventude negra, organização da juventude petista, participação da juventude rural e redução da maioridade penal. Ao final, os participantes elegeram a militante Alice Gabriela como nova secretária da JPT Cuiabá para o período 2016/2017. Um texto com as contribuições dos jovens petistas da Capital foi discutido e será encaminhado à etapa estadual que ocorrerá em outubro.

Assessoria de Imprensa
Deputado Federal Ságuas Moraes (PT-MT)

sábado, 19 de setembro de 2015

O cabide de Pedro Taques

O homem disse, com todas as letras, durante a campanha para governador que não colocaria apadrinhados políticos, principalmente na Educação. A língua é o chicote da bunda. As Escolas de Ensino Técnico do Estado estão prestes a se tornar o mais icônico alojamento da “cumpanheirada”. Cabides de emprego legítimo, que não exercem a sua principal função, mas que continuam funcionando para o deleite dos amigos do governador.
Para quem pegou o bonde andando a gente explica. As 8 escolas técnicas, as Seciteci’s, possuem hoje 64 servidores concursados. Já os DGA’s – cargos preenchidos por indicação politica - somam 72. São 9 por escola. Em Sinop, inclusive, o Seciteci é loteamento político do deputado federal, Nilson Leitão (PSDB), que indicou para coordenar a escola técnica o padeiro e ex-presidente do PSDB local, Dilmair Callegaro.
Mas não é esse o caso. Hoje os cerca de 300 cursos técnicos das escolas funcionam graças aos 178 professores em caráter temporário. 71 desses contratos venceram em agosto. Uma decisão judicial impede o Estado de renovar esses contratos ou contratar novos temporários e, de quebra, obriga a realizar o concurso até outubro.
Sem professores as Seciteci’s estão dispensando seus alunos. Hoje são 12 mil estudantes. Sem uma solução aparente, resta ao Estado deixar a Seciteci encolher, até ficar proporcional ao número de funcionários concursados. E quando acontecer, a Educação Técnica do governo Pedro Taques será um legítimo e inquestionável cabide de empregos para a turma dos bajuladores.
Isso que é ensino técnico... imagina se fosse político.

GC Notícias | 01/09/2015 10:35

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Você sabia? O Deputado federal de Mato Grosso que recebeu R$ 500 mil de empresa denunciada na Lava Jato?

Empresa Galvão Engenharia, denunciada na Lava Jato doou meio milhão para campanha de Leitão! 

Uma das 8 empresas investigadas na Operação Lava Jato, da Polícia Federal, foi a principal doadora da campanha do deputado federal mais votado de Mato Grosso em 2014. A Galvão Engenharia, uma das principais envolvidas no desvio de recursos da Petrobrás, doou R$ 500 mil para a campanha do deputado federal reeleito, Nilson Leitão (PSDB).

O recurso foi repassado através da Direção Nacional do PSDB. O montante corresponde a mais de 20% do total arrecadado para campanha de Nilson Leitão. Na prestação de contas no TSE, o deputado declarou um gasto total de R$ 2,4 milhões – a 4ª campanha mais cara entre os deputados eleitos. Leitão fez 127.749 – um custo de R$ 19,25 por voto obtido.
Ao todo a campanha contou com 102 doações. A maior foi da Galvão Engenharia, realizada no dia 19 de setembro de 2014 – 6 meses depois da Polícia Federal deflagrar a operação Lava Jato. A doação de campanha não faz parte das investigações da operação e até o momento, é considerada “legal”.
Campanha doce  
Boa parte da campanha do deputado mais votado foi regada a açúcar e álcool. Leitão recebeu doações de campanha de 6 diferentes usinas de açúcar e álcool – duas inclusive do Estado de São Paulo. Somando as doações desse setor chega-se a cifra de R$ 407 mil. Em mais da metade do Estado de Mato Grosso é proibido o plantio de cana-de-açúcar. Leitão é um dos nomes no Congresso Nacional que mais tem se levantado contra essa moratória.
Outros grandes doadores da campanha do deputado são Elusmar Maggi (R$ 223 mil), o Grupo Mônaco (R$ 200 mil), Wilson Pozzobom (R$ 200 mil), CRBS AS/Ambev (R$ 179 mil) e Erai Maggi (R$ 94 mil). 
Comparando 
Entre os 8 deputados federais eleitos por Mato Grosso, a campanha mais cara foi de Adilton Sachetti (PSB). Integrante da mesma chapa de Leitão, ele foi o segundo mais votado, com 112.722 votos. Sua campanha gastou R$ 3,8 milhões. A segunda campanha mais cara, do mesmo grupo, foi de Fábio Garcia (PSB), que gastou R$ 3 milhões. Ele fez 104.976 votos. Na mesma coligação está a terceira campanha mais cara. Ezequiel Fonseca (PP), gastou R$ 2,5 milhões e foi o 6º mais votado. Leitão teve a 4ª campanha mais cara, com R$ 2,4 milhões.
Na sequência estão Carlos Bezerra (PMDB), com R$ 1,6 milhões; Ságuas Moraes (PT), com R$ 993,9 mil; Victório Galli (PSC), com R$ 814 mil; e Valtenir Pereira (PROS), dono da campanha mais modesta, com R$ 320,4 mil gastos.

A prestação das contas de campanha destes e outros candidatos pode ser acompanhada através desse link:http://inter01.tse.jus.br/spceweb.consulta.receitasdespesas2014/abrirTelaReceitasCandidato.action
Fonte: Jamerson Miléski

JUSTIÇA!


A Justiça condenou Jair Bolsonaro pelas ofensas proferidas por ele contra a deputada Maria Do Rosário Nunes, em dezembro do ano passado, na tribuna da Câmara dos Deputados do Brasil

Na sociedade machista em que vivemos, infelizmente, ofensas misóginas e duras contra mulheres são praticadas diariamente, vistas como normais e até defendidas por alguns. Foi o que vimos nesse caso. Bolsonaro, publicamente, disse que não estupraria a deputada Maria do Rosário por ela não "merecer". A cena foi lamentável. Estupro é crime. Nenhuma pessoa, em especial as mulheres, que são as que mais constantemente esse tipo de abuso, "merece" sofrer um estupro. É importante ressaltar que ofensas assim são sempre remetidas às mulheres, traço de uma cultura machista e opressora.

O valor estipulado (R$ 10 mil) é pequeno perto do que as palavras do Parlamentar significam. Entretanto, é importante comemoramos uma decisão que pune tal atitude. 

Dou todo meu apoio à Rosário e desejo que episódios assim nos ensinem e ajudem na desconstrução do machismo, que mata, violenta mulheres e justifica crimes todos os dias na nossa sociedade. 


quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Nada se ouve falar em Blairo Maggi, ele é peixe grande... Uma baleia!

SUSPEITAS SOBRE BLAIRO MAGGI MOTIVARAM ARARAT

O ex-governador e senador licenciado Blairo Maggi, um dos homens mais ricos do Brasil, está envolvido num inquérito que corre em sigilo no STF; essa investigação motivou a Operação Ararath, da Polícia Federal, deflagrada em 2014 no Mato Grosso; governador Silval Barbosa, do PMDB, na época recebeu voz de prisão por porte ilegal de arma; depois de pagar fiança, ele foi solto; presos, deputado e ex-secretário estadual foram levados à Brasília para prestar depoimento; procurador-geral da República, Rodrigo Janot, solicitou ao ministro Dias Toffoli, do STF, que a PF não divulgasse detalhes da investigação; no Mato Grosso, governo estadual, Assembleia Legislativa e Ministério Público sofreram buscas e apreensões; Maggi, que ainda não falou a respeito, é conhecido como rei da soja e já foi cortado para ser ministro da Agricultura.

 70 mandados de busca e apreensão nas residências e locais de trabalho de políticos e empresários do Estado. O ex-secretário da Fazenda Eder Moraes foi preso. O governador Silval Barbosa (PMDB) teve seu apartamento vasculhado pela polícia e recebeu ordem de prisão e encontra-se foragido.
A operação investiga lavagem de dinheiro e crimes financeiros por meio de empréstimos fraudulentos e empresas de fachada. O motivo pelo qual o senador Blairo Maggi é investigado continua sendo mantido em sigilo pelo STF e pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. O inquérito foi aberto no mês passado por decisão do ministro Dias Toffoli, relator do caso.


Justiça decreta prisão do ex Governador Silval Barbosa

O ex-governador Silval Barbosa (PMDB), que deveria ter comparecido à CPI da Sonegação Fiscal na tarde desta terça-feira na Assembleia Legislativa, já é considerado um foragido da justiça. Ele teve sua prisão decretada pela Justiça e não foi encontrado nem em sua casa, nem em seu escritório. Agentes acreditam que ele tenha deixado Mato Grosso ainda na manhã desta terça-feira. Já seus ex-secretário Pedro Nadaf, da Casa Civil e Marcel de Cursi, da Fazenda, foram presos esta tarde. Nadaf e Marcel Curci devem seguir ainda hoje para o Centro de Custódia de Cuiabá, onde ficarão presos. Os mandados de prisão preventiva bem como de busca e apreensão foram decretados pela juíza Selma Rosane Santos Arruda, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá.   Na Assembleia Legislativa, onde o ex-governador deveria ter ido esta tarde para prestar depoimentos o movimento é intenso de policiais da Delegacia Fazendária de Combate ao Crime Organizado de Cuiabá de Estado Pedro Nadaf (Casa Civil) e Marcel de Cursi (Fazenda) foram presos na tarde desta terça-feira (15), em Cuiabá.   Além das prisões, decretadas pela juíza Selma Arruda, da Vara de Combate ao Crime Organizado da Capital, há outros mandados de busca e apreensão e de condução coercitiva.   Um quarto mandado de prisão teria sido emitido em nome de um ex-secretário de Silval   O motivo seria a concessão ilegal de incentivos fiscais bilionários como por exemplo no caso do grupo JBS/Friboi. Somente neste caso, o Estado teve um prejuízo de R$ 73 milhões.   Segundo a polícia, a operação acontece no âmbito de inquérito policial que investiga uma organização criminosa composta por agentes públicos que ocuparam cargos do alto escalão do Governo entre 2013 e 2014, e apura crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Estão sendo cumpridos mandados de prisão, de busca e apreensão, e medidas cautelares de monitoramento eletrônico e condução coercitiva.   A residência de Silval Barbosa também teria sido alvo da operação. A delegada Alana Cardoso esteve na Assembleia Legislativa, onde Silval tinha depoimento marcado na CPI da Sonegação, em busca do ex-governador. Questionada a respeito, ela não passou maiores informações e que estava ali apenas para cumprir um mandado de prisão.   A ação é realizada pelo grupo operacional do Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos (Cira), força-tarefa permanente composta pela Delegacia de Combate à Corrupção, Ministério Público, secretaria de Fazenda e Procuradoria Geral do Estado, com apoio do Sistema de Inteligência do Estado, informa que deflagrou a operação.   O secretário-geral do Cira, promotor Fábio Galindo, informa que a operação ocorre no curso da investigação criminal iniciada há mais de quatro meses e está amparada em robusto acervo de provas da participação dos investigados e mediante minuciosa análise de dados e de documentos, dentro das mais modernas técnicas de Inteligência.   Ainda segundo ele, a ação foi autorizada pela Vara de Combate ao Crime Organizado de Cuiabá.   Na Defaz foi confirmada a informação que agentes estiveram no início da tarde no arpartamento do ex-governador Silval Barbosa, onde apreendieram uma vasta documenação e computadores   O nome da operação é uma referência à cidade de Sodoma, que foi destruída em razão dos elevados níveis de corrupção praticada pelos seus moradores.

terça-feira, 15 de setembro de 2015

Busca por Silval gera mobilização

A tarde de terça-feira foi de movimentação na sede da Delegacia Fazendária. Materiais apreendidos pelos agentes da Polícia Civil como computadores, pen drives e papéis foram recolhidos para análise. Diversas testemunhas foram conduzidas coercitivamente para prestar depoimento. Todas evitaram falar com a imprensa. 

Na relação estava a esposa, ex-esposa e o filho do ex-secretário de Estado, Pedro Nadaf. Preso preventivamente, o ex-secretário de Fazenda, Marcel Cursi, compareceu aproximadamente às 19h30 escoltado por agentes da Polícia Civil para prestar depoimento, porém, evitou entrar em contato com a imprensa. 

Um forte esquema de segurança foi montado para encontrar o ex-governador Silval Barbosa (PMDB). O helicóptero Águia percorreu pontos de Cuiabá e Várzea Grande para encontrá-lo, mas até o começo da noite não houve êxito. A Polícia Militar recebeu ordens para abordá-lo e prendê-lo com o devido encaminhamento aos órgãos de segurança, mas apesar de toda a movimentação o peemedebista não foi encontrado, o que levou a ser considerado foragido da Justiça. 

Os advogados do ex-governador se deslocaram até o Fórum de Cuiabá para solicitar a decisão da juíza da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, Selma Rosane Arruda, que culminou na ordem de prisão preventiva. Até o momento, ninguém sabia do fundamento da prisão no processo que tramita em segredo de Justiça. 

Nos bastidores, se comentava que Silval Barbosa planeja permanecer foragido até sua defesa conseguir revogar o mandado de prisão preventiva. Uma das saídas é pedir a revogação à própria juíza Selma Arruda, responsável pela expedição ou ingressar com habeas corpus no Tribunal de Justiça, o que levaria o pedido ser apreciado por um dos desembargadores que compõem alguma das Câmaras Criminais do Tribunal de Justiça. 

O advogado Valber Melo rechaçou o argumento de que o ex-governador estaria foragido. “Ele não foi encontrado na residência oficial no momento de ser cumprida a prisão. Isso não significa que esteja foragido”, disse. 

Uma das suspeitas é que Silval Barbosa tenha sido comunicado da prisão preventiva minutos antes de comparecer à sede da Assembleia Legislativa para prestar depoimento na CPI da Renúncia e Sonegação Fiscal que apura irregularidades na concessão de incentivos fiscais. Uma equipe da Polícia Civil estava presente no auditório Milton Figueiredo, onde iria ocorrer o depoimento. Nos bastidores, se comentou que o ex-governador poderia ter partido para a região do Manso, localizada a 80 km de Cuiabá, o que não veio a ser confirmado pela Polícia Civil. 


(Rafael Costa/Diário)

sábado, 12 de setembro de 2015

Chimbinha fará show no mesmo palco com Joelma sim!

Após polêmicas que envolve o casal Calypso, o músico Chimbinha já tem data prevista para voltar aos palcos após passar por uma cirurgia nos olhos, e entre boatos de uma decisão judicial que envolve o fim o casamento com a vocalista Joelma. 
Antes de tudo acompanhamos o show do casal no último dia 29/08 na cidade de Salto do Céu/MT, e é lamentável ver uma história construída ao longo de 16 anos de carreira terminar da forma em que está terminando, esperamos ser apenas uma crise e que tudo isso passe logo. 
 Na noite de sexta-feira a advogada de Joelma, Patrícia Bahia, anunciou à imprensa que a partir daquele momento, segundo decisão da 4ª Vara Penal de Ananindeua, no Pará, Chimbinha deve manter distância de 100 metros de sua ex-mulher. "A agenda dela vai ser mantida com o novo guitarrista", disse, referindo-se aos shows da banda Calypso. No entanto, neste sábado (12), em conversa com o Purepeople, Mauro Neto, gerenciador de crise contratado por Chimbinha após a separação, afirma que o artista voltará sim a se apresentar com sua banda no próximo dia 19, em Palmas, no Tocantins.
Mauro ressalta que Chimbinha sempre se manteve pacífico e tranquilo desde que foi anunciada a separação do casal, após 18 anos de relacionamento. "Não existiu nenhuma declaração de Chimbinha contra a Joelma", frisa. E completa: "Ele foi humilhado por ela em um show e mesmo assim ele não fez absolutamente nada. Por este motivo nós é que deveríamos pedir proteção da Justiça para ela não fazer isso nos próximos shows". Por fim, Mauro ressalta que a Justiça impediu o músico de se aproximar apenas de sua ex-mulher: "Mas ele continua em contato direto com a filha (Yasmin, de 11 anos). Tanto que hoje passou toda a manhã com ela".
A banda segue com agenda lotada até o final do ano, após o anúncio da vocalista Joelma de deixar o Calypso muitos shows estão surgindo, rumores que turnês internacionais para 2016 ainda não foi confirmada pela assessoria da banda.


sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Eles estão se afogando...‏

Dá um aperto no coração olhar para a foto do menino deitado na praia, sem vida. E é igualmente difícil olhar para tantas outras fotos que retratam o sofrimento dos refugiados. O mais deplorável é que os governantes, em vez de tomarem medidas urgentes, estão perdendo tempo debatendo sobre quem é responsável pelo problema. Pela primeira vez, porém, podemos ter esperança de que encontraremos uma solução para a crise migratória. 
Depois que milhares de pessoas.
Diariamente pessoas lotam embarcações e fazem peregrinações desesperadas fugindo de guerras perseguições e de locais onde os direitos humanos são sistematicamente violados. Essa não é uma cena isolada, é uma cena que se repete há anos e que parece estar longe de seu fim.
Não aceite o discurso da mídia que faz alusão ao sonho americano dizendo que essa criança morreu em busca do sonho europeu, não é verdade. Veja a guerra que assola a síria por exemplo, que parece ser o caso desse bebê.
Quando você escutar alguém repetindo piadas sobre direitos humanos, lembre-se dessa cena, é para que cenas como essas não ocorram que existem tais direitos. 
Não pensem que porque ocorreu do outro lado do oceano está longe da sua realidade, lembrem-se que o Brasil tem recebido números recordes de refugiados, e tem-se tentado desmerecer seus motivos e desfavorecer o acolhimento.
O refugiado, asilado, imigrante(ilegal??) em geral são pessoas desesperadas com suas condições de vida. Sejamos solidários à elas, e não compremos o discurso de que estão tirando emprego ou que se trata de questões políticas.
Pessoas e direitos humanos estão acima dos estados ou de governos.
Sem entrar no mérito de legitimidades de conquistadores e colonizados.

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

MARIA DO ROSÁRIO FIGURA LISTA DOS PARLAMENTARES MAIS INFLUENTES DO BRASIL

A deputada Maria do Rosário é um dos 100 parlamentares mais influentes de 2015. O Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP) divulgou a 22ª edição da Série "Os Cabeças” do Congresso Nacional". Os “Cabeças” são, na definição do DIAP, aqueles parlamentares que conseguem se diferenciar dos demais pelo exercício de todas ou algumas das qualidades e habilidades.
Entre os atributos que caracterizam um protagonista do processo legislativo estão a capacidade de conduzir debates, negociações, votações, articulações e formulações, seja pelo saber, senso de oportunidade, eficiência na leitura da realidade, que é dinâmica, e, principalmente, facilidade para conceber ideias, constituir posições, elaborar propostas e projetá-las para o centro do debate, liderando sua repercussão e tomada de decisão.
Confira a lista do DIAP em http://www.diap.org.br

Justiça vai investigar tucano que ameaçou matar a presidenta Dilma

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, determinou, nesta terça-feira (1º), a abertura de inquérito pela Polícia Federal para apurar as ameaças proferidas contra a presidenta Dilma Rousseff pelo advogado Matheus Sathler Garcia, candidato a deputado federal pelo PSDB do Distrito Federal em 2014.
Em um vídeo publicado na internet, Sathler afirma que, caso Dilma não cumpra as exigências do Movimento Menos Impostos e Mais Valores, do qual ele faz parte, eles irão, juntamente com as “forças armadas populares do Brasil”, tirar a presidenta do poder.
De acordo com Sathler, caso Dilma desobedeça, “sangue vai rolar e não será de inocentes”. O agressor ameaça arrancar a cabeça da presidenta com o martelo e a foice, símbolos seculares da luta dos trabalhadores do campo e da cidade. Antes de terminar a gravação, o advogado diz que não é uma ameaça e nem aviso, porque “quando o povo agir, aí não vai ter mais volta”. Ao final da gravação, ele diz, “que deus traga paz à nossa nação”.
Por meio de nota, o ministério afirma que a decisão de Cardozo foi encaminhada ao diretor-geral da Polícia Federal. “As medidas legais serão aplicadas ao caso para que, realizada a investigação policial, possam ser tomadas as sanções penais cabíveis”, informa.
Na segunda-feira (31), o deputado Paulo Pimenta (PT-RS) apresentou um conjunto de requerimentos à Polícia Federal, ao Ministério da Justiça (MJ), ao Ministério Público Federal (MPF) e à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), para que as ameaças sejam apuradas.
“Não vamos mais tolerar nenhuma ameaça. Vamos acompanhar o inquérito até o final para que o exemplo desse tucano sirva de alerta a todos aqueles que acham que podem se esconder na impunidade”, alerta