terça-feira, 28 de março de 2017

Reviravolta no Senado! Renan lidera motim contra lei da terceirização!

Derrota de Temer.
Derrota da Globo.
Renan, possivelmente irritado com a chantagem do consórcio Globo/PGR, que mais uma vez se uniu para tentar coagi-lo a obedecer às orientações do golpe, resolveu chutar o balde.
E organizou um motim em prol da classe trabalhadora.
Sob sua liderança, a bancada do PMDB não vai apoiar a terceirização selvagem, para todas as atividades, conforme aprovado na Câmara e desejado por Michel Temer, o drácula dos direitos sociais.
De todos os caciques do PMDB, Renan Calheiros é o que tem demonstrado mais incômodo com o neoliberalismo ensandecido, fanático e inconsequente do governo Temer.
É também o político que tem detectado, com mais sensibilidade, a mudança nos ventos da opinião pública, incluindo aí o crescimento da revolta popular contra o governo Temer e o declínio da “fúria reacionária”.
Diferente de Temer e de alguns de seu entorno (Moreira Franco, Eliseu Padilha), que estão aproveitando os instantes de poder para saquearem o Brasil sem pensar no dia do amanhã, até porque não enxergam nenhum futuro político para si mesmos, Renan tem ambição de continuar na política. Seu filho é governador de Alagoas. E ele sabe que, para isso, precisa se afastar de um governo profundamente impopular e ilegítimo.
Claro que é cálculo.
Mas um cálculo bom!
Além disso, é o primeiro resultado concreto das mobilizações de rua!

O Cafezinho

Nenhum comentário: